Fotocoagulação a Laser

Fotocoagulação a Laser

Na terapia da FOTOCOAGULAÇÃO A LASER é necessário um acompanhante. Há dilatação da pupila e o paciente não deve dirigir após o procedimento. Não é necessário jejum. A duração é de 10 minutos, em média. A FOTOCOAGULAÇÃO A LASER normalmente é realizada em regime ambulatorial (dispensa internação) e a maioria dos tratamentos é feita apenas com a instilação de colírio anestésico (necessita de dilatação da pupila). Normalmente faz um olho por vez (o paciente sai com o olho embaçado e às vezes dolorido). A utilização dos raios laser no tratamento de doenças da retina é um procedimento que revolucionou a Oftalmologia há algumas décadas. Antes, não havia tratamento efetivo para várias doenças que atualmente são tratadas com sucesso pelo laser.
 

INDICA-SE A FOTOCOAGULAÇÃO A LASER PARA:

  • Pessoas que apresentam doenças que afetam os vasos sanguíneos do olho, como ocorre com os diabéticos;
  • Pacientes que apresentam degenerações periféricas ou roturas na retina, predisponentes ao deslocamento de retina.

 

COMO ACONTECE A FOTOCOAGULAÇÃO A LASER:

  • Na FOTOCOAGULAÇÃO A LASER, mira-se um raio laser na retina para selar os vasos sanguíneos, com pequenas aplicações, reduzindo aí o edema macular (mácula é a região da retina que possibilita ver detalhes minúsculos, como letras e números).
  • Para tratar a formação de vasos sangüíneos anormais (neovascularização) as aplicações são espaçadas ao longo das áreas laterais da retina. As pequenas cicatrizes resultantes da aplicação do laser reduzem a formação de vasos sangüíneos anormais e ajudam a manter a retina sobre o fundo do olho evitando o descolamento da retina.

 
* Muito importante: Apenas seu oftalmologista pode avaliar com precisão seu caso clínico em particular.
Clique aqui para agendar uma consulta ou ligue: (45) 3037-5050